30 de setembro de 2010

Trivial

Enquanto você escreve esse poema
(e mesmo sabendo
que não sou sua
é em mim que procura
solução
para cada verso),
assisto a novela das seis.

E não penso em nada
(ou talvez pense
que seria mais fácil
se o ontem
sempre ficasse
mesmo para trás).

Lá fora:

alguém reclama do tempo
alguém descobre uma traição
alguém decide que é melhor morrer

Lá fora:

o mundo gira
bem melhor
sem nós.

8 comentários:

Luiz Fernando "Mirabel" disse...

Laura, mais um na mosca...poesia DDT!!

anelisef_ disse...

eu penso mweio assim. mas escrevo de outro jeito. huahuahuahua

apesardoceu disse...

Bravo!! Bravo!!!

Larissa Andrioli disse...

bonito e a sua cara. :)

Fabrícia Valle disse...

não tô falando... é isso. viceralidade medida!

Paty Morais disse...

pônei, gosto demaaaais da sua poesia! muito bom mesmo! =)

Maíra disse...

Ai Laurita, eu gosto de vc ;)

Raskólhnikov disse...

rs