MAPAS

DEPOIS DE RASGAR OS MAPAS 
Laura Assis
Aquela Editora | 2014
56 páginas

Enquanto parte da produção poética contemporânea oscila entre a procura de uma poesia marcada pela sofisticação formal e a total entrega à subjetividade lírica, Depois de rasgar os mapas se constrói justamente na incontornável tensão entre o cálculo e o acaso. Dividido em três seções, o livro não busca saídas ou soluções, mas possibilidades de resistência e insistência diante da imprevisibilidade do futuro, seja qual for o caminho escolhido..


O QUE DISSERAM SOBRE O LIVRO:

Depois de rasgar os mapas é um presente de Laura Assis aos vivos. Simplesmente porque é um livro cuidado com vida e para a vida. Livro de sensações, não só de joguetes de palavras. Desde o título, somos convidados a fabricar uma guerrilha afetiva com a palavra. Fabricar gestos que nos fazem atravessar um possível  mapa de palavras (planificações, cálculos) e, ao mesmo tempo, rasgá-lo para atingir a cartografia de seus espaços incontornáveis, ou seja, a própria vida em sua intensidade  irrepresentável, altiva, irredutível.  
ANDRÉ MONTEIRO 
(poeta e professor de Literatura)

  
A obra, com pouco menos de 30 poemas, revela o amadurecimento de uma escritora, expoente de uma das mais ricas cenas recentes locais, o Eco Performances Poéticas. Dividido em três seções, o livro de estreia de Laura começa explorando a metalinguagem, abordando a própria poesia, passa pelo lirismo do amor e desemboca no “depois”. Uma das mais potentes vozes de sua geração, Laura alcançou a unidade na cena e no livro. 
MAURO MORAIS 
(jornalista da Tribuna de Minas)


Livro puramente potente, com uma carga poética digna de revirar seus olhos no momento da leitura, levantar a cabeça, passar a mão no rosto, e falar: puta que pariu, é isso.

FELICIO DIAS 
(escritor, professor e mestrando em Literatura)


EXTRAS:









COMO COMPRAR O LIVRO?

Clique aqui para acessar a loja virtual da editora ou envie um email para aquelaeditora@gmail.com